Você está insatisfeito com seu contador? Como trocar o prestador de serviços de contabilidade?

nao exclusivo

Muitos empresários que estão insatisfeitos com o seu contador sofrem para pensar em uma maneira de trocar o prestador de serviços de contabilidade.

Os serviços de contabilidade compõem um dos setores que mais favorecem o crescimento das empresas, não importando qual é o porte ou ramo de atividade.

Além de a contabilidade ser algo indispensável para a regularidade fiscal, sem uma boa gestão contábil é impossível que a sua empresa tenha uma saúde financeira de qualidade, afinal, é por meio da contabilidade que o empreendedor consegue ter clareza de:

  • Receitas;
  • Custos;
  • Fluxo de caixa;
  • Rentabilidade;
  • Até da lucratividade.

Exatamente por essa razão, com um bom contador é imprescindível. Mas, nem sempre os serviços de contabilidade que foram contratados conseguem atender as demandas do seu empreendimento.

Então, acontece uma falha aqui ou lá, e pronto, você começa a se perguntar se já não está na hora de procurar por um novo prestador de serviços.

Se você está sentindo insatisfação com seu contador, então descubra agora como trocar o prestador de serviços de contabilidade.

Quando é necessária a mudança do Contador?

Caso você ainda tenha dúvidas sobre a necessidade desse passo, nós vamos te mostrar alguns fatores que são determinantes para realizar a troca desse tipo de prestador de serviços.

Veja se eles se encaixam no seu caso:

  • Não atende suas solicitações em tempo adequado;
  • Falta conhecimento especializado em seu segmento de atuação;
  • Não cumpre prazos;
  • Quando não tem um contrato de prestação de serviços contábeis formalizado;
  • Quando não possui registro no Conselho Regional de Contabilidade.

Como cuidar da troca deste profissional?

Trocar o contador não é um bicho de sete cabeças. Isso apenas vai requerer atenção, até porque é uma área muito importante para o empresário.

Geralmente, a relação entre profissionais contábeis e escritórios é algo considerado bem amigável e profissional. Por isso, se este é o seu caso também, saiba que não vai estar se metendo em nenhuma briga entre leões e aquelas cenas de desacordo que talvez já tenha visto por aí.

Para não deixar que esse tipo de coisa aconteça, existe o Conselho Federal de Contabilidade, que contribui com a Resolução 987/2003. Nela está estabelecido que a responsabilidade técnica será regulada pelo Contrato (novo profissional) e pelo Distrato (antigo profissional).

Mas, além disso, existem alguns passos que você deve seguir cuidadosamente.

Vamos ver quais são?

           1-Leia o Contrato de Prestação de Serviços

É sempre uma boa sugestão, para todo e qualquer empresário, fazer a leitura do contrato atual antes de trocar de contador e assinar um novo contrato.

Em grande parte deles, existem cláusulas que determinam as maneiras de rescisão, impondo a necessidade de aviso prévio ou de multa.

Fique atento a esses prazos para determinar de forma correta a comunicação e o efetivo término da relação.

           2-Comunique sobre a mudança

Outro passo muito importante neste processo é a comunicação prévia da mudança e qual será o devido mês em que ocorrerá o encerramento dos serviços prestados.

Essa comunicação não precisa ser feita pessoalmente, podendo ser feita por e-mail. Mas, faça com que seja garantido que ela tenha chegado à pessoa certa no escritório, fazendo a solicitação de um retorno informando sobre o recebimento.

Nesta comunicação deve conter:

  • Informação clara de desistência do serviço;
  • A data final de prestação do serviço;
  • E a solicitação de informações sobre os documentos da empresa, distrato e informações relevantes.

Agora você já sabe como fazer a troca de contador, caso esteja insatisfeito. Viu como é fácil?

Se ainda existirem dúvidas, é só falar conosco!

Boa sorte e até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *